• Home
  • /
  • Dicas Maníacas
  • /
  • Resenhas
  • /
  • Parcerias
  • /
  • Novidades
  • /
  • Filmes
  • /
  • Sobre
  • /
  • Contato
  • Resenha: Duologia Contando Estrelas ~ Sineia Rangel



    Livro: Duologia Contando Estrelas
    Autora: Sinéia Rangel
    Páginas: 529
    Editora: Independente

    Compre aqui: Amazon


    Sinopse: Fera e Amber estavam ansiosas pelo nascimento do seu primeiro filho, mas de repente, os sorrisos foram substituídos por lágrimas, a ansiedade por apreensão, e aquele que seria o momento mais importante das suas vidas foi sufocado pela dor.
    Hope e Liam não tinham planos de ter filhos, seus sonhos seguiam em vias opostas e quando uma gestação inesperada se coloca em seus caminhos, eles precisam improvisar.
    Duas histórias entrelaçadas.
    Dois bebês que vão transformar a vida desses casais.
    Juntos eles vão aprender que dor e esperança podem caminhar juntas, e que você pode chegar ao fundo do poço, mas cabe a você se reerguer.





    ~Resenha~


    Falar sobre esse livro não vai ser fácil, simplesmente pelo fato dele carregar uma carga emocional muito forte e ao mesmo tempo tão linda. Contando as estrelas é um livro que tem como foco principal a maternidade e como ela transforma a vida das pessoas, acontece que ele não mostra apenas o belo a autora vai muito além disso. Ela mostra realidade escondida e que muitos se negam a ver ou a aceitar.

    O livro foi divido em dois contos, o primeiro é sobre Amber e Fera e o segundo é sobre a filha deles, Hope. Amber e Fera se conheceram ainda na faculdade e passaram a ter um relacionamento de amigos com benefícios, porém só eles não conseguiam enxergar que esse título já tinha ultrapassado, então quando Amber descobre que está grávida eles finalmente decidem se assumir e começar um relacionamento verdadeiro. Tudo estava indo bem até que Amber passa a ter complicações na gravidez que a deixam com algumas sequelas físicas. Contando as estrelas mexe muito com a passagem de tempo mas não se preocupe que o livro não é corrido ou deixa pontas soltas. Sinéia mais uma vez conseguiu me surpreender e acabar com o meu psicológico. Amber e Fera passam por momentos difíceis e quando digo difíceis, é porque nada foi fácil para eles durante 3 longos anos, mas isso não os deixou abater. Fera foi um personagem incrível que me surpreendeu muito em todos os sentidos, ele amadureceu muito com o passar do tempo se tornando um homem maduro, um marido ideal e um pai perfeito.

    O livro de Amber e Fera possui uma estória mais delicada o que me deixa um pouca mais receosa de resenhá-lo já que o ideal é que você leia esse livro de olhos fechados, sem nenhuma ideia do que vai acontecer, assim como eu fiz. Agora na parte da Hope eu já expressar minha opinião melhor.

    Quem leu o livro de Amber e Fera perceberam que Hope sempre foi uma garota especial, uma criança super dotada o que dificultava muito sua interação com as outras crianças, seus melhores amigos sempre foram seus primos. Hope é uma garota intensa e conflituosa, engravidar não fazia parte dos seus sonhos. Na verdade, seu único sonho era conhecer as estrelas então imagine a realização da garota quando ela é escolhida para fazer parte da equipe da NASA em uma missão? Tudo estava indo bem em sua vida, trabalhando e estudando aquilo com o que mais amava, conheceu um garoto perfeito, Liam é o típico nerd gato. Um garoto com óculos, que é doce ao extremo. E que sempre apoiava seus sonhos. Infelizmente seus sonhos são roubados depois de ser abusada por um membro da equipe, meses depois Hope descobre que está gravida algo que ela nunca planejou então de uma hora pra outra toda a sua vida se transforma, sem quem ela queira.

    Hope não estava preparada para ser mãe quando essa bomba é jogada em suas mãos ela não sabe muito o que fazer. Sim, ela teve o apoio de sua família e de sua cunhada Amie, que ao contrario de Hope teve uma gravidez planejada com alguém que a amava. Mesmo que seja difícil Hope começa a aceitar essa ideia de maternidade, já que é isso que o que todos esperam. Mas com o passar do tempo a ideia de ser mãe e a mudança que isso vai gerar e que está gerando faz com que ela comece a entrar em pânico e odeie tudo o que está acontecendo. O dia do nascimento chega e Hope não consegue sentir nenhuma afeição pelo bebê, o que preocupe seus pais e Liam. Os dias vão passando e sua frieza em relação a pequena Luna aumenta e causando estranheza nas pessoas, pouco tempo depois Hope é diagnosticada com depressão pós-parto (DPP) e é só o inicio de uma nova batalha.

    Depressão pós parto é um assunto polêmico e que divide opiniões, todas esperam que a gravidez seja algo lindo e especial para a mulher, o que trás uma cobrança maior para as novas mamães. Hope foi abusada sexualmente e esse abuso acabou trazendo Luna a vida, um trauma enorme na vida dela que na minha opinião não foi tratado como devia pelas pessoas ao seu redor. Eu me perguntei várias vezes, se por um acaso a família tivesse prestado mais atenção ao que estava acontecendo na vida dela talvez ela não tivesse caído tão longe.

    Contando as estrelas é um livro que vai dividir opiniões, enquanto uns irão odiar Hope, outros vão ama-lá. O livro retrata de forma dura e crua o aborto, o abuso e a depressão pós parto e é surpreendente perceber como uma mãe se comporta quando desenvolve este transtorno. A principio Hope parece apenas uma garota mimada mas tudo piora quando você começa a entender o ponto de vista dela, doeu demais ler o que ela passou, e eu compreendi imensamente o que ela estava sentindo. O quanto as mudanças na sua vida estavam afetando e principalmente o medo estava lhe destruindo, e quando você vai entrando na estória e vai se simpatizando com a Hope você começa a perceber que o que ela falava, não era imaginação. Estava acontecendo mesmo. Ela foi forçada a ter algo que ela não queria, eu me coloquei no lugar diversas vezes e ler esse livro doeu tanto.

    Mas felizmente também teve cenas lindas protagonizadas por Liam, o nosso homão nerd. Que assumiu todas as responsabilidades de pai e foi um ótimo apoio para Hope, ele poderia tê-la abandonado diversas vezes, mas não, ele continuou firme ao seu lado sendo a âncora da relação. Aos poucos vamos acompanhando todo o processo, tratamento e evolução de Hope e o que eu posso dizer é que lagrimas são inevitáveis. Sério, Contando as estrelas é um daqueles livros que te vai te transformando a cada página e a cada capitulo, e eu posso dizer que existe uma Glayciane antes e depois do livro. O livro tem uma escrita fluida e a narração é dividida entre Amber, Fera, Hope e Liam. Também temos alguns narrados pelo Logan e Amie. São 500 páginas de pura emoção, se eu pudesse definir o livro agora eu diria que ele fala sobre o Amor. O amor inocente, o amor carnal, o amor fraterno e amor entre pais filhos. O amor destruiu barreiras, abriu portas e curou grandes e pequenas feridas.

    Sei que vocês devem está imaginando que o livro deve ser apenas drama, mas não, ele tem uma pitada cômica nele. Uma das minhas cenas favoritas é a disputa de presente entre Guga e Fera. Eu poderia passar falando e escrevendo por esse livro mas eu prefiro que vocês leiam e sitam por si só o quanto esse livro é especial e te faz mudar.

    Espero que tenham gostado da resenha e se emocione com esse belo livro. Bjs!



    9 Comentários :

    1. Glay, faltam palavras para te agradecer, ler a sua resenha foi uma experiência mágica, pq vc coloca em palavras tudo o que senti escrevendo essa história. Obrigada por ter abraçado a Hope, por ter mergulhado nessa confusão de sentimentos que ela vive. Tô em êxtase! ❤

      ResponderExcluir
    2. Bem profundo mesmo. Um tema desses é muito interessante, pois tem várias formas de abordar. Pela resenha, percebi que a autora trata de forma adulta e bem elaborada a situação, seus momentos altos e baixos.
      Curti.

      ResponderExcluir
    3. resenha maravilhosa, parabéns

      ResponderExcluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
    5. Uau, essa resenha me deixou arrepiada! Já vou procurar o box lá na Amazon, porque fiquei louca pra ler. Achei interessante a temática em torno de Hope, justamente, por todo o preconceito que existe com DPP d eu nunca tinha visto uma autora lidar com isso.
      Amei sua resenha, beijos.

      https://almde50tons.wordpress.com

      ResponderExcluir
    6. OI! Tudo bem?
      Muito interessante a sua fora de resenhar, você me fez ficar ansioso
      para ler essa história, que por sinal parece ser muito boa mesmo!
      Obrigado pela dica!

      ResponderExcluir
    7. Não tem como ler essa crítica sem pensar q Amber e Fera tem alguma coisa a ver com o filme da Disney. De fato, sua resenha me fez acreditar que seríamos pego por um livro dramático, na medida que não gosto (minha vida já é ruim d+, não preciso de um drama pára piorar as coisas), mas, que bom q tem aquela pitada cômica :) Deixa tudo mais leve.

      ResponderExcluir
    8. Achei a sua resenha maravilhosa. E a capa do livro me chamou bastante atenção...
      bjos!

      ResponderExcluir

    Obrigado por comentar...